Notícias
  • Publicado em:28/09/2017

Cirurgia plástica pós-bariátrica ou ex-obesos é a cirurgia de lifting corporal para correção das deformidades após grande perda de peso. A cirurgia bariátrica vem aumento a passos largos no Brasil e no mundo. O resultado são muitos e muitos pacientesex-obesos que, agora, necessitam complementar seu tratamento.

De acordo com uma cirurgiã plástica especialista, após a cirurgia bariátrica ou gastroplastia (“redução do estômago”) geralmente há grande perda de massa em curto espaço de tempo. “Com a diminuição do tecido adiposo, ocorre, quase sempre, sobra de pele. A cirurgia plástica tem papel fundamental no resultado deste trabalho multidisciplinar de tratamento da obesidade. A cirurgia plástica pós-bariátrica ou pós-gastroplastia é a etapa final que consagra o tratamento devolvendo ainda mais qualidade de vida para estes pacientes” esclarece.

Abaixo a especialista explica cada um dos procedimentos e sua importância na recuperação da saúde.

1- Mamoplastia Pós-Bariátrica ou Pós-Gastroplastia (Cirurgia Plástica de Mamas) 

É muito comum, após grande perda de peso, a paciente se incomodar com a queda importante sofrida das mamas, além da diminuição do seu volume. Na maioriadas vezes, as aréolas também se apresentam uma posição bem baixa e, por vezes, localizadas na curvatura das mamas, encostando no tórax. “A cirurgia plástica demamoplastia após a gastroplastia tem o objetivo de levantar as mamas, restabelecendo o volume com próteses de silicone (necessárias na maioria das vazes, mas nem sempre) e aumentar a autoestima feminina” relata a cirurgiã lembrando que o procedimento realizado por ela retira o excesso de pele e tecido resultando em uma cicatriz em L, que normalmente é reduzida e de bom aspecto.

“Como já mencionamos, na maioria dos casos é necessária a colocação de próteses de silicone, pois as mamas costumam apresentar uma flacidez importante de pele com perda de conteúdo. Além disso, após essa perda de peso, o conteúdo mamário acaba tendo um conteúdo gorduroso muito importante em relação à glândula, que resulta em falta de firmeza. Os implantes de silicone dão conteúdo e a firmeza que faltam. A recuperação e os cuidados são semelhantes àqueles de uma cirurgia plastica de mamoplastia com próteses” explica a especialista.

2-Abdominoplastia Pós-Gastroplastia ou Pós-Bariátrica (Cirurgia Plásticado Abdômen) 

 De acordo com a especialista, os excessos de pele e gordura que ocorrem após a gastroplastia são, no abdômen, não somente no sentido vertical (de cima para baixo), mas também no sentido circunferencial (ao redor, na cintura). “Após uma avaliação criteriosa decidimos juntamente com o paciente se a abdominoplastia será realizada pela técnica clássica (que trata apenas o excesso longitudinal), ou pela técnica em âncora, também denominada Flor-de-Lis. Esta última resulta em uma cicatriz em "T" invertido no abdômen, mas trata a flacidez tanto no sentido longitudinal, quanto no circunferencial” diz esclarecendo que esta técnica é reservada para os casos mais severos.

3-Lifting Crural (de Coxas) Pós-Gastroplastia ou Pós-Bariátrica 

A cirurgia plástica das coxas pós-cirurgia bariátrica é realizada, maioria das vezes, com uma lipoaspiração da face interna do terço superior das coxas, diminuindo o peso do retalho e facilitando a retirada de pele. A retirada do excesso de pele é realizada resultando em uma cicatriz vertical na face interna das coxas podendo se estender até o joelho.

4-Braquioplastia (Cirurgia Plástica de Braços Pós-Gastroplastia ou Pós-Bariátrica) 

A braquioplastia torna-se necessária, após uma grande perda de peso devido à  flacidez nos braços a ponto de dificultar o uso de roupas justas ou causar constrangimentos com determinados movimentos com os braços. A cirurgia nesses casos, na maioria das vezes, resulta em uma cicatriz longitudinal (ao longo da face interna dos braços), que pode se estender da axila ao cotovelo. A cirurgiã esclarece que nos casos mais leves, pode-se realizar apenas uma lipoaspiração na face póstero-lateral dos braços, sem deixar cicatrizes aparentes. 

5-Torsoplastia (Cirurgia Plástica do Dorso e Flancos Pós-Bariátrica) 

Essa cirurgia é normalmente realizada em continuação com a abdominoplastia 360° e resulta em uma cicatriz baixa, nas costas, semelhante à da abdominoplastia, para tratar aflacidez ao nível da cintura, nas costas. “Quando a flacidez é alta, acima dos flancos posteriores, e incomoda bastante quando se usa o sutiã, pode-se realizar uma retirada de pele gordura nas costas num nível mais alto, resultando em uma cicatriz escondida pelo soutien de cada lado” diz a especialista. 

6-Gluteoplastia Pós-Bariátrica (Cirurgia Plástica de Implantes de Silicone nos Glúteos)

Com a perda de peso após a gastroplastia, a flacidez e falta de volume nos glúteos podem incomodar. A solução é a colocação de implantes de silicone nosglúteos. A cirurgia plástica é realizada com uma incisão entre os glúteos,sem deixar cicatrizes aparentes. As próteses são colocadas no meio dos músculos,resultando em aspecto natural.

7-Lipoaspiração após a Gastroplastia (Lipo Pós-Cirurgia Bariátrica) 

Quando a perda de peso, apesar de grande, ainda deixou algumas gorduras localizadas e sem muita flacidez de pele, pode-se realizar a lipoaspiração nessas áreas, com resultados satisfatórios. Deve-se apenas ter em mente os limites de volume (5 a 7%) e de superfície corporal (40%) para que o procedimento de lipoaspiração seja feito com toda a segurança. Áreas do corpo que podem ser lipoaspiradas incluem papada, dorso, flancos, abdômen, culotes, face interna de coxas, joelhos e região pré-axilar. 

8-Ritidoplastia ou Lifting Facial após Cirurgia Bariátrica 

A cirurgia plástica da face pós-bariástria ou pós-obesidade genericamente segue os princípios básicos da ritidoplastia efetuada em pacientes que desejam amenizar os efeitos do tempo. Porém algumas características importantes e inerentes aos pacientes pós-bariátrica ou ex-obesos devem ser observadas. Nestes pacientes há maior flacidez do tecido subcutâneo, provavelmente por absorção da camada adiposa, e da camada muscular. Por isto, em alguns casos após cirurgia bariátrica faz-se necessário enxertia de gordura. 

 

Fonte: Jornal do Brasil